Catando Sentimentos

Certamente a área sentimental é aquela com a qual temos mais dificuldade de conviver. A maioria de nós já viveu certas decepções amorosas ou possui dificuldade em se compreender ou saber o que sente. Foi em meio a conversas relacionadas com o lado sentimental da vida que ouvi a expressão “estou catando sentimentos”. Mas o que seria isso?

Uma primeira interpretação, que considero mais superficial, é pensar que catar sentimentos significa pegar aqui e acolá algum pseudo-sentimento para preencher algo ou atribuir algum significado momentâneo à vida. A vida precisa de significados, mas essa bricolagem emocional não é catar sentimentos, é tropeçar em fragmentos de sentimentos que foram lançados ao chão.

Catar sentimentos tem sentido duplo. Isto não significa que seja contraditório ou que um significado exclua o outro. Falo da confusão com relação ao que se sente e também da busca por preencher o vazio, o não-sentir. Pode-se pensar que a sensação de vazio decorre, muito provavelmente, da não compreensão do que se sente. Esta falta de sentido, de explicação pode levar um indivíduo a ver-se vazio. Esta frieza sentimental poderia ser corretamente explicitada como confusão sentimental.

É neste emaranhado de sensações que se faz necessário pensar um pouco sobre o que realmente se passa consigo mesmo. Esta reflexão é a forma de catar sentimentos, não como faxineiros do excesso dos outros, mas como mineradores que lapidam o interior em busca de algo valoroso. Neste processo, há quem se sinta vítima de sua própria intensidade na busca por sentir. A força pode causar desmoronamentos e aquele que usar dinamite para conseguir perfurar rochas duras correrá o risco de destruir a si mesmo.

Queremos sentir, pois isto nos dá a sensação de estarmos vivos. Queremos inclusive sentir qualquer coisa, porque até mesmo as decepções são trampolins para a realização de coisas novas. Não é trivial essa dúvida presente em grande parte da mente e corações das pessoas ao nosso redor. Vamos catar sentimentos e se porventura encontrarmos uma jazida poderemos compartilhá-la com aquelas pessoas que tem tido dificuldade nesta busca.

escrito para o blog Catando Ideias