Vagabundo anda de skate ou usa farda?

gcm-skateNo dia 04 de Janeiro a Guarda Civil Metropolitana (GCM) de São Paulo entrou em conflito com skatistas na histórica Praça Roosevelt, no centro da capital paulistana. Tudo teve início, de acordo com o relato dos presentes e com as fotos e filmagens, por conta de um membro da GCM, à paisana, que se irritou com os skatistas.

O filme mostra o “policial” dando uma chave de pescoço num adolescente. Com a revolta dos que ali se encontravam, ele, Luciano Medeiros, e uma colega jogam spray de pimenta nas pessoas que se aglomeravam ao redor.

O ponto alto do vídeo é o jovem atingido pelo spray filmando as dezenas de policiais que foram chamados juntamente com o agressor. O policial se irrita e discute com o jovem. A ingenuidade do skatista foi dizer que a polícia serve para “nos defender”. Ela não serve para isso. Ela serve para defender os interesses da cidade. Como a cidade não é uma pessoa para ter interesses, os que fazem parte de instituições policiais defendem os seus próprios interesses.

A defesa de seus próprios interesses fica nítida quando o policial diz que o jovem é um vagabundo porque anda de skate. Na verdade o vagabundo é aquele que, incapaz de ter habilidades artísticas, esportivas, intelectuais e produtivas, presta um concurso público para ser um guarda municipal.

A Prefeitura de São Paulo publicou uma nota informando que os guardas envolvidos já foram afastados.

Vídeo:

Anúncios

Um comentário sobre “Vagabundo anda de skate ou usa farda?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s